24 setembro, 2017

Resenha: A Cabana

"Mack, se alguma coisa importa, tudo importa. Como você é impostante, tudo o que você faz é importante. Todas as vezes que você perdoa o universo muda; cada vez que você estende a mão e toca um coração ou uma vida, o mundo se transforma; a cada gentileza w serviço, visto ou não visto, meus propósitos são realizados e nada jamais será igual!" 
Sinopse: A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta ao cenário do seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que a religião parece tornar-se irrelevante, A Cabana invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.


Esse foi outro livro que li em 24 horas, não imaginei que conseguiria, por ser um livro relativamente grande, mas a história me prendeu muito, a leitura fluiu tanto que eu nem vi as páginas passarem, é um livro leve e de fácil compreensão.

O livro conta a história de Mack, um homem que perdeu a filha, tudo indica que ela foi assassinada por um serial killer, o corpo nunca foi encontrado, mas suas roupas ensanguentadas estavam em uma cabana no meio do mato. 4 anos depois, Mack recebe um misterioso bilhete convidando-o para ir até o local do crime, que assina é "Papai", que é como sua esposa e filhos se referem à Deus. Apesar de achar o bilhete muito estranho, ele vai até a cabana esperando encontrar o assassino ou então o próprio Deus, mas sempre considerando essa hipótese impossível, pois, sendo Deus uma pessoa tão ocupada como teria tempo para falar com ele e ainda ter essa audácia depois de deixar sua filha morrer?
Ao encontrar com Deus de verdade Mack tem muitas dúvidas e preconceitos que vão sendo dissipados ao longo de sua estadia na cabana, assim, sua vida muda para sempre, sua relação com Deus toma um novo rumo, suas angústias, medos e rancores são curados e ele pode viver o resto de sua vida em paz, sabendo que Deus está do lado dele.

"Mackenzie, você realmente ainda não entende. Tenta dar sentido ao mundo em que vive baseado numa visão pequena e incompleta da realidade. É como olhar um desfile pelo buraco minúsculo da dor, da mágoa, do egocentrismo e do poder e acreditar que você está sozinho e é insignificante. Tudo isso contem mentiras poderosas. Você vê a dor e a morte como males definitivos, e Deus como o traidor definitivo, ou talvez, na melhor das hipóteses, como fundamentalmente indigno de confiança. Você dita os termos, julga meus atos e me declara culpado."
Essa história é fantástica, o autor foi muito audacioso ao se colocar no lugar de Deus e falar por ele, mas posso afirmar que fez isso da melhor forma possível, talvez seja esse o motivo do livro ser tão procurado e elogiado, é um livro de ficção, não religioso, em que Deus fala diretamente com o personagem e, logo, com o leitor. Willian P. Young passou por cima de muitos paradigmas e conceitos pré concebidos para escrever essa história, e devemos aplaudi-lo de pé por sua coragem e maestria.
Apesar de ter sido uma leitura maravilhosa, o livro não mudou minha vida, como muitas pessoas dizem acontecer. O fato é que muitas (se não todas) as coisas que Deus diz à Mack é aquilo que eu acredito, esse livro não me fez acreditar mais em Deus ou mudou minha relação com ele, pois esta já é como é mostrado no livro, então apenas reforçou aquilo que eu já pensava, me ajudou a ver que existem outras pessoas que pensam como eu, que Deus não é algo intocável e distante, mas sim um amigo que está o tempo todo ao nosso lado, ouvindo cada um dos nossos suspiros e todas as nossas preces. Adorei a leitura e indico bastante para todos aqueles que tem dificuldade ou dúvidas quanto à sua relação com Deus!!

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: The Shack
Autor: Willian P. Young
Ano de publicação: 2007
Gênero: Ficção
N° de páginas: 240
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5
Data do início da leitura: 07/09/2017
Data do término: 08/09/2017


DESAFIOS:
Livreando: Livro que tenha sido adaptado
Maratona Literária de Primavera: Livro que todo mundo leu menos você

Esse é o segundo livro que eu li em setembro, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Livro que tenha sido adaptado", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!


0 comentários:

Postar um comentário

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus RSS Feed Email

Banner

Banner

Receba notificações!!

Caroline Foletto

Minha foto
Rio Grande do Sul, Brazil
20 anos, estudante de direito.

Instagram

Seguidores

Meta de Novembro

  • A Esperança - Suzanne Collins
  • Fala Sério, Irmão/Irmã - Thalita Rebouças
  • Inferno - Dan Brown
  • O Ninho dos Gaviões - José Maviael Monteiro
  • Repulsa e Piedade - Kalew Nicholas

Inscreva-se no canal

Editora parceira

Popular Posts

Visitantes

Tecnologia do Blogger.

Copyright © Leituras de verão | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com