20 julho, 2017

Resenha: Laços Eternos

"O amor nos une. O ódio também, Ligações de ódio são passageiras, as do amor, eternas. A vida usa a reencarnação, aproxima as pessoas, abre-nos a compreensão para outras parcelas da verdade, desenvolve nossos sentimentos, ilumina nossa inteligência, facilita-nos a conquista da paz. As almas amadurecem, conseguem perceber que existe só amor, força motriz da vida fluindo do Todo em laços indestrutíveis pela eternidade.
 Sinopse: Entre cenas do século 18 e da atualidade é narrada a trajetória dos acertos e desacertos de pessoas que se unem por sentimentos de amor e ódio, Nesse romance, você aprenderá que a vida usa a reencarnação para nos aproximar de pessoas e abrir nossas mentes para as verdades do espírito e que, à medida que nossas almas amadurecem, conseguimos perceber que somente o amor permanece pela eternidade como laço indestrutível.


Esse livro está na minha estante desde 2003, minha mãe é grande fã da Zibia Gasparetto, então tenho quase todos os livros dela em casa, precisava escolher um livro de um escritor que fizesse aniversário em julho e ela era a única estante, confesso que fiquei um pouco desanimada, pois não ameeei o primeiro livro que li dela e não queria ler outro tão em cima, mas são ossos do ofício.
Acabei gostando e muito desse livro, mais do que do outro, pois se trata de um romance, aprendi muita coisa sobre o espiritismo e até pensei em fazer uma visitinha à um Centro pra conhecer melhor a religião, mas ainda estou amadurecendo a ideia.

O livro começa com uma menina de 15 anos chamada Nina que morre de tuberculose, deixando seus pais e irmãos pequenos, ela reluta em aceitar sua condição, mas com a ajuda de uma mentora percebe que sua hora chegou e que não havia nada mais que ela pudesse fazer na Terra. Assim, ela passa pelo tempo de cura e depois ganha o privilégio de relembrar quem foi na vida passada.

Assim, surgem os novos personagens principais, Genevieve e Gustavo. A mulher conhece toda a sua história, como seus pais nunca tinham tempo pra ela, como ela cresceu e se casou com o seu melhor amigo que tragicamente faleceu em um acidente ainda muito novo. A mãe de Genevieve, a condessa, é uma mulher extremamente vaidosa que se diverte com rapazes mais jovens, por isso se envolve com Gustavo, mas mais uma tragédia acontece quando a esposa Lívia, enlouquecida pelo ciúme, ataca a condessa e quase a mata, arrependida acaba entrando em um estado de loucura do qual nunca se recupera e acaba por falecer anos depois.
É nesse contexto que Genevieve e Gustavo se conhecem e se apaixonam, mas nem todos estão disposto a aceitar essa paixão e os dois vivem muitas reviravoltas com desentendimentos e traições, nunca conseguindo descobrir a verdade um sobre o outro, por isso, reencarnam juntos na próxima vida como irmãos, Nina e Roque, para que todos juntos possam se perdoar mutuamente e viver feliz para sempre.

Gostei mais do que esperava, realmente acho que estou me apaixonando pelo gênero, vou dar mais chances futuramente. E vocês, gostam de livros espíritas? Já leram esse? Me indiquem outros livros bons do gênero!!

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: Laços Eternos
Autor: Zíbia Gasparetto
Ano de publicação: 1976
Gênero: Espírita
N° de páginas: 262
Editora: Vida & Consciência
Classificação: 4/5
Data do início da leitura: 07/07/2017
Data do término: 12/07/2017

DESAFIOS:
Livreando: Livro com autor que nasceu em julho

Esse é o segundo livro que eu li em julho, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Livro com autor que nasceu em julho", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!


Read More

17 julho, 2017

Wrap Up do 1ª semestre de 2017 (Livros e Séries)

Chegamos ao famigerado "meio do ano" e eu estou aqui pra mostrar pra vocês como estão as minhas metas até aqui, o foco esse ano são as leituras, mas confesso que estou gastando bastante tempo assistindo séries, esse post vai ser dedicado a esses dois amores!

Então, tenho, atualmente 162 livros não lidos, no início de 2017 eram 140, mas eu não me controlo e a lista só cresce, comecei o ano com aquele sonho lindo de ler todos, mas conforme vi que a lista aumentava mais rápido do que diminuía tive que colocar os pés nos chão e determinei que a meta de 2017 seria de 75 livros lidos. Para ver os livros da minha meta clique aqui.
Com o Desafio Literário Livreando, me obrigo a ler 5 livros por mês, portanto na primeira metade do ano deveria ter no mínimo 30 livros lidos, nos meses de maio e junho não consegui ler essa quantidade, porém como no mês de abril consegui ler 9 livros, compensou e terminei com 31 livros lidos.


Livros lidos da meta

A Escolha - Nicholas Sparks
A Irmandade das Calças Viajantes - Ann Brashares
A Mãe do Freud - Luis Fernando Veríssimo
Amanhã: no Terceiro Dia, a Geada - John Marsden
Anjos e Demônios - Dan Brown
Aventura no Império do Sol - Silvia Cintra Franco
A Volta ao Mundo em 80 Dias - Julio Verne
Desventuras em Série: Mau Começo - Lemony Snicket
Desventuras em Série: A Sala dos Répteis - Lemony Snicket
Diário de um Banana 11 - Vai ou Racha
Estrela Oculta - Nora Roberts
George e a Caça ao Tesouro Cósmico - Lucy & Stephen Hawking
Gossip Girl: As Delícias da Fofoca - Cecily Von Ziegesar
Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - J.K. Rowling
Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus - John  Gray
O Jeito que me Olha - Bella Andre
O Mágico de Oz - Frank Baum
O Meu Pé de Laranja Lima - José Mauro de Vasconcelos
O Pessoal de July - Nadine Gordimer
O Resgate - Nicholas Sparks
Os Bridgertons: O Visconde que me Amava - Julia Quinn
Os Bridgertons: Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn
O Silêncio das Montanhas - Khaled Hosseini
O Oráculo Oculto - Rick Riordan
O Xangô de Baker Street - Jô Soares
Se Abrindo para a Vida - Zibia Gasparetto
Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern
Um Dia - David Nicholls

Livros emprestados

Querido Diário Otário: o Problema desse Lugar é que é daqui que eu vim
Querido Diário Otário: Não é Minha Culpa se eu Sei de Tudo
Querido Diário Otário: Eu! (Igualzinha a Você só que Melhor)


Séries que eu acabei
Liv e Maddie
Um Maluco no Pedaço

Séries que eu estou assistindo
American Crime Story (T1 E3)
Criminal Minds (T10 E6)
Designed Survivor (T1 E14)
Downton Abbey (T6 E1)
Full House (T5 E8)
Garota Conhece o Mundo (T3 E1)
How I Met Your Mother (T5 E10)
Once Upon a Time (T1 E3)
Pretty Little Liars (T7 E15)
Supernatural (T1 E3)
Vikings (T1 E4)

Séries que eu estou esperando novas temporadas
Desventuras em Série
Fuller House
How to Get Away With Murder
Sherlock
13 Reason Why
Read More

Resenha: A Viagem do Tigre

Sinopse: Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores.
Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia. No entanto, o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos.

Li o primeiro livro dessa série em 2012 e adorei, uma amiga me emprestou e eu nunca procurei os  outros, ano passado acabei ganhando a coleção no dia dos namorados, fiquei toda empolgada, morrendo de vontade pra continuar a leitura, mas como já fazia muito tempo optei por reler o primeiro volume.
Surpreendentemente a releitura não me deixou tão maravilhada quanto eu me lembrava de ter ficado anos antes, mesmo assim, dei continuidade, o segundo livro também não me surpreendeu, talvez pelo fato de que eu cresci e essas histórias de amores impossíveis entre seres humanos e outros seres não humanos não me atrai mais, mesmo assim, parti para o terceiro livro, o qual foi uma luta para terminar.
Quando comecei, em agosto do ano passado, não foi com aquela empolgação, pois já vinha achando a história bem chatinha, o problema veio logo nas primeiras páginas quando os personagens descobrem que sua próxima tarefa vai acontecer NA ÁGUA! Eu tenho pavor de água em grandes quantidades (sim, eu tomo banho sem chorar, meu problema é com coisas como oceanos, rios, lagos e algumas piscinas), logo sabia que seria um desafio ler esse livro. Mas os problemas não pararam por aí, logo em seguida eles descobrem o que tem na água: DRAGÕES!
Confesso que nesse momento joguei o livro longe e levei semanas pra pegar de volta.

Como se não bastasse o livro se passar nesse cenário horroroso com os piores vilões que já habitaram a face da terra, ainda tem o pior problema de todos: a mocinha indefesa e insuportavelmente asquerosa, Kelsey Heyes.
Sério, essa menina consegue ser ainda mais irritante que a irmã gêmea dela, Bella Swam, é um mimimi o tempo todo, "não sei qual tigre escolher", "quero o Ren, mas vou escolher o Kishan porque eu gosto de ser chata", "agora que o Ren tá com outra quero ele de volta", "agora que o Ren terminou com a outra decidi voltar com o Kishan" AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Que menininha bem insuportável, sério, ela é muito infantil, extremamente mimada e indecisa, não aguento mesmo. Ela foi o grande motivo de eu ter demorado tanto pra terminar de ler, eu ficava tão irritada quando ela era o foco da narrativa que não conseguia continuar lendo, houve épocas que eu me obrigada a ler uma página por dia, queria muito terminar, mas não tinha paciência pra aturar a protagonista.

Enfim, pra não dizer que eu não falei das flores, nas partes em que a Kelsey não tá se fazendo de pobre moça, o livro é muito legal, cheio de emoção e aventura, sem contar que traz a mitologia indiana de uma forma muito didática, aprendi muito com o livro. Para aqueles que tem medo de água ou de animais marinhos, como eu, sugiro que nem comecem porque esse livro é o mais aterrorizante que eu já li, além dos dragões, ainda tem os mergulhos, os tubarões, as baleias (coisa que eu mais tenho medo no mundo todo), o KRAKEN, e pra piorar no final do livro aparece "o guardião do mar" e vocês nem querem saber as proporções do amiguinho... Quase chorei de medo no final e ainda tive que pular vários parágrafos pra não saber dos detalhes sórdidos.

Apesar de tudo, vou continuar lendo a coleção, pois não gosto de deixar pela metade, vai que o último livro é incrível e eu perco, não é mesmo? Peço perdão pela minha crítica extremamente negativa, mas esse foi o único livro até hoje que eu queria não ter lido, tanto que dei 0 estrelinhas.

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: Tiger's Voyage
Autor: Colleen Houck
Ano de publicação: 2011
Gênero: Infanto-Juvenil, Aventura, Romance, Fantasia
N° de páginas: 400
Editora: Arqueiro
Classificação: 0/5
Data do início da leitura: Agosto de 2016
Data do término: 07/07/2017

DESAFIOS:
Livreando: Livro que tenha animal na história

Esse é o primeiro livro que eu li em julho, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Livro que tenha Animal na História", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!



Read More

27 junho, 2017

Resenha: Gossip Girl: As Delícias da Fofoca

Sinopse: Adolescentes adoram fofocar em qualquer lugar do planeta, mas no mundinho fabuloso da alta sociedade nova-iorquina as fofocas são sempre mais divertidas, nem que seja pelas suas roupas caras de estilistas famosos, pelas casas de férias em lugares hiperchiques, pelos litros de bebida que consomem ou pelas brigas sem qualquer motivo. Em Gossip Girl, iremos conhecer o universo quase secreto dos alunos de tradicionais escolas particulares para meninas e meninos, onde nem mesmo os horríveis uniformes conseguem esconder a beleza desses afortunados. Todos moram nos endereços mas caros da cidade, em apartamentos suntuosos com vista para o Central Park. Herdaram os traços clássicos de suas família aristocráticas e não têm muito com o que se preocupar: podem beber à vontade, contanto que não deixem seus pais constrangidos; são inteligentes; têm toneladas de privacidade e, no máximo, ficam um pouco nervosas quando o assunto é sexo ou decidir em qual universidade irão se inscrever. Mas tudo sempre com muita classe, of course.

Achei esse livro com um linguajar bem pesado, cheio de palavrões e palavras pejorativas, não indico para todas as idades. Comprei os primeiros 6 volumes da série em uma sebo ano passado, desde então morro de vontade de ler, mas nunca tenho tempo, porém acho que coloquei muita expectativa em cima do livro, pois não foi nada do que eu estava esperando. Li o primeiro volume bem rápido, as páginas são curtas e as letras grandes, mas não me atraiu tanto quanto eu pensei.

Quem já assistiu a série sabe sobre o que o livro se trata: a alta sociedade nova-iorquina e seus escândalos adolescentes. Blair Waldorf é a personagem principal que acabou de sobreviver ao divórcio dos pais totalmente sozinha, pois sua amiga, Serena Van der Woodsen, sumiu no ano anterior sem dar qualquer explicação. Ela vive o dilema de perder a virgindade com o namorado, Nate Archibald, que é apaixonado por Serena. Esse primeiro livro trata basicamente dos dois primeiros episódios da série.

Há muitas distinções gritantes entre o livro e a série, como por exemplo, no livro Chuck e Serena têm pai e mãe casados e o irmão de Serena, Erik, é mais velho e está na faculdade. Fora isso, o resto é bem parecido, porém bem mais vulgar e com vocabulário mais sujo. Só li o primeiro livro, então não tenho muita propriedade para falar, mas, por enquanto, acho que a série é melhor que os livros, como também acho no caso de Pretty Little Liars, eles pegaram a essência e os personagens dos livros e deixaram a história mais interessante (no caso de PLL, MUITO mais interessante).
Dei nota 3 ao livro, vou dar continuidade na leitura, pois acho que se eu desistir agora vou perder algo que pode ser muito bom, daqui uns meses, quando eu acabar todos vou poder dizer de certeza. Vocês já leram essa coleção? O que acharam? Preferem a série ou o livro?

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: Gossip Girl
Autor: Cecily Von Ziegesar
Ano de publicação: 2002
Gênero: Romance para adolescentes
N° de páginas: 253
Editora: Galera Record
Classificação: 3/5
Data do início da leitura: 12/06/2017
Data do término: 19/06/2017

DESAFIOS:
Livreando: Chick Lit

Esse é o segundo livro que eu li em junho, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Chick Lit ou Sick Lit", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!


Read More

23 junho, 2017

Resenha: O Pessoal de July

Peço milhões de desculpas pelo sumiço, esse mês está sendo muito corrido, tive muitas provas e trabalhos, deixei as leituras 100% de lado, tanto que falta uma semana para o mês acabar e eu só li um livro, pretendo conseguir terminar mais dois nessa última semana, mas não prometo nada. Terminei essa leitura logo nos primeiros dias do mês, durante uma viagem, mas só agora tive tempo de escrever a resenha e desde que terminei esse livro não toquei em nenhum outro.

Sinopse: Afastados de sua casa, da sua civilização "branca", estrangeiros numa aldeia de negros, os Smales esperam por melhores dias, mas, até lá, têm de reaprender a viver e a perder toda a noção da "ocidentalidade". Sem privacidade, sem hábitos de higiene, sem conforto, desprotegidos pela lei, criam-se tensões, acumulam-se memórias de um passada que nunca mais poderá regressar. A "cidade branca" está distante e esta família tem de viver à custa dos serviços e da bondade dum criado de atitudes inquietantes: se, por um lado, este não se queixa de ter sido maltratado pelos amos durante a época do apartheid e não aparenta qualquer tipo de ressentimento, por outro, July busca não só a sua emancipação, mas também impor um respeito nunca antes obtido.
A tensão entre a gente negra da aldeia versus a família Smales nunca se dilui, mas, pelo contrário, agrava-se até um ponto de quase ruptura, de desejarem abandonar a aldeia, embora não tenham pra onde ir. Estão presos a esta aldeia sofrendo uma dupla pressão: a dos habitantes e a da própria consciência.

O Pessoal de July é um dos livros mais famosos da escritora sul-africana Nadine Gordimer, que tem como característica escrever histórias e crônicas que se passam durante o Apartheid. Esse livro está na minha estante desde muito antes de a minha estante existir, era da minha avó, depois passou pra minha mãe e desde então está guardadinho lá, esperando uma oportunidade de ser lido por mim, mas confesso que podia continuar vivendo sem essa leitura, pois não gostei nem um pouquinho.

O livro conta uma história passada na África do Sul em que a população negra se revoltou e começou uma guerra contra os brancos, porém não uma revolução qualquer, mas uma guerra autêntica, com ataques aéreos, bombas, soldados treinados e muita munição reserva. July é um empregado negro que trabalha há anos para a mesma família, ao saber da guerra ele sabe que seu trabalho é proteger os patrões brancos de qualquer ameaça, assim, ele conduz os Smales pela estrada de noite em uma fuga e esconde todos eles na sua aldeia de origem.
A aldeia em questão é uma zona afastada da cidade, extremamente pobre e superpopulosa, lá ainda não há qualquer iminência de guerra, pois os habitantes não têm como receber as informações, assim, a família Smales sofre por estar vivendo em condições extremamente precárias se comparadas com o conforto com o qual estavam acostumados.

O livro tem uma linguagem muito difícil, no início foi difícil me habituar e entender, a narrativa deixa muitas coisas subentendidas, fica a critério do leitor como ele vai entender o que está acontecendo, e eu não entendi absolutamente nada do final, quando a história começou a ficar legal, quando ia acontecer alguma coisa emocionante o livro simplesmente acaba com um final aberto.
Detestei, achei muito confuso, a proposta é muito boa e a sinopse é envolvente, porém o livro deixa muito a desejar, talvez eu não tenha entendido o subjetivismo da história, mas realmente esse não é o meu tipo de leitura.

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: July's People
Autor: Nadine Gordimer
Ano de publicação: 1981
Gênero: Drama, Ficção
N° de páginas: 195
Editora: Rocco
Classificação: 1/5
Data do início da leitura: 02/06/2017
Data do término: 04/06/2017

DESAFIOS:
Livreando: Livro com capa vermelha

Esse é o primeiro livro que eu li em junho, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Livro com capa vermelha", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!


Read More

30 maio, 2017

Resenha: Se Abrindo para a Vida

Sinopse: Aos 38 anos, Jacira acredita estar prisioneira de uma situação irreversível e sem saída. Assim, ela prefere entrar na depressão, culpar os outros, acreditar que não tem como mudar o destino.
Mas, ao contrário do que ela pensa, a vida trabalha em favor do seu progresso, enviando desafios, apertando o cerco e fazendo com que, cansada de sofrer, ela acorde para a realidade, descobrindo potenciais, buscando caminhos e se abrindo para a vida.

Esse é o primeiro livro espírita que leio, apesar de ter vários em casa por causa da minha mãe, nunca me interessei e sempre pensei que os acharia chatos, pois não tenho muita certeza se acredito nas coisas que o espiritismo prega. Quando contei pra minha mãe que queria ler um livro espírita na categoria "Livro fora da zona de conforto do Desafio Literário Livreando ela me disse que Se Abrindo para a Vida era o que ela mais tinha gostado. Entrou na minha estante no mês de maio do ano de 2010, sete ano que eu olho pra ele e não toco, só para mudar de lugar, apesar de tudo me surpreendi com minhas reações.

A história é sobre Jacira, uma mulher de 38 anos que é pobre, ela anda sempre triste, diz que tudo dá errado, que ela nasceu para sofrer e vive se martirizando sem conseguir enxergar absolutamente nada de bom em qualquer coisa que seja. Os primeiros capítulos são bem deprimentes, me deu vontade de chorar por saber que existem pessoas assim e fiquei bem irritada com a personagem principal por não conseguir se posicionar bem na vida.
Tudo começa a mudar quando ela tropeça ao descer do ônibus e é amparada por um homem muito simpático que houve suas lamúrias e lhe diz que está disposto a ajudá-la a mudar de vida, porém, Jacira não acredita que uma mulher pobre pode ser feliz e não segue seus conselhos, apesar de sempre lembrar-se deles.
Sua mãe, Geni, vive a colocando pra baixo, dizendo que ela é feia, que nenhum homem se interessa por ela e a chamando de prostituta cada vez que se arruma melhor. Apesar de toda essa humilhação, Jacira decide começar a se arrumar melhor e reforma um vestido, acinturando e encurtando, quando vai trabalhar vestida desse jeito ouve elogios de sua colega de trabalho, Margarida, com quem nunca havia falado, logo as duas se tornam grandes amigas.
Ao longo do livro acompanhamos a libertação da personagem, que com uma pequena mudança de pensamento teve coragem para mudar o estilo de roupa e assim desencadeou mudanças avassaladoras, tanto nela como nas pessoas a sua volta.

O livro não é o que eu imaginava, pensava que trataria de espíritos, de pessoas que os enxergam e que a história toda seria uma pregação de porque devo me converter ao espiritismo, mas não é nada disso. Claro que fala sobre os preceitos da religião Espírita, mas não da maneira que eu imaginava, primeiro se constrói uma história comum de uma moça que não via alegrias na vida, coisa já muito batida em livros de outros gêneros e a partir daí se desenvolvem algumas crenças, não do espiritismo, mas de todas as religiões, o pensamento positivo, a fé em Deus, a fé em si mesmo, o auto-conhecimento, o cuidado com o próprio corpo, mente e alma, etc. envolvidas em uma história com diversos personagens, alguns que ajudam a protagonista a mudar sua visão de mundo e outros que a tentam puxar para baixo.
É uma história cheia de lições de moral, nos ajuda a enxergar o mundo de uma maneira melhor, mais bonita, nos incentiva a ter fé e acreditar que o nosso pensamento tem uma força extraordinária e que se conseguirmos crer em uma mudança ela se realiza.

Adorei o livro, aprendi muito, perdi o preconceito com o gênero e pretendo ler muitos outros, me senti leve ao terminar a leitura, pois me confirmou o que eu já acreditava: Nós somos capaz de tudo aquilo que quisermos realizar, se acreditarmos e lutarmos por isso!

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: Se Abrindo para a Vida
Autor: Zibia Gasparetto
Ano de publicação: 2009
Gênero: Espírita
N° de páginas: 361
Editora: Vida & Consciência
Classificação: 4/5
Data do início da leitura: 21/05/2017
Data do término: 30
/05/2017

DESAFIOS:
Livreando: Livro fora da zona de conforto

Esse é o quinto livro que eu li em maio, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Livro fora da zona de conforto", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!


Read More

29 maio, 2017

Resenha: A Irmandade das Calças Viajantes

Sinopse: Era uma vez um par de calças. Um simples par de calças jeans. Mas essas, as Calças Viajantes, têm o poder de fazer coisas grandiosas. E aqui está justamente a história de quatro amigas que colocam em prática esse poder. Lena se faz acompanhar pelas Calças em sua viagem à Grécia, mas no momento em que se despe das calças, para mergulhas, nua, num lago deserto, detona tantas confusões que, de repente, a pessoa em que menos confia passa a ser ela mesma. Tibby convida as Calças para um papel especial no "sacomentário", espécie de documentário que pretende dirigir para mostrar tudo que é capaz de incomodá-la bastante. Bridget, em um ato de coragem, veste as Calças na colônia de férias em que está na Califórnia, esperando receber aquela "forcinha" para uma conquista amorosa. Carmen sente vergonha ao perceber que as Calças testemunharam sua transformação em enteada malvada quando as férias de verão não saem como o previsto. Quatro grandes amigas, o melhor verão de suas vidas e as calças mágicas que realizam todos os sonhos. Uma deliciosa celebração da vida, do riso, das raízes e da autodescoberta.

Não tive tempo de tirar foto do livro, essa vai ficar temporariamente
Quem já viu o filme Quatro Amigas e um Jeans Viajante não vai ter muitas surpresas ao longo da leitura, pois o filme é bem fiel ao livro, faz tempo que eu não assisto, então aproveitei bastante relembrando das cenas.

O livro conta a história de quatro melhores amigas muito diferentes que pela primeira vez na vida não vão passar as férias de verão juntas, Lena vai para a Grécia visitar os avós, Carmen para a casa do pai, Bridget para uma colônia de férias na Califórnia e Tibby é a única que fica na cidade, totalmente entediada. Um dia antes de se separarem as amigas encontram no guarda roupa de Carmen uma calça que, magicamente, fica bem em todas elas, mesmo que tenham corpos bem diferentes.
A partir dessa descoberta as amigas fazem um trato, se tornam a  Irmandade das Calças Viajantes e prometem que ao longo do verão cada uma ficará com a calça por uma semana e deverá viver experiências incríveis com ela. Assim, a calça começa a viajar pelo mundo todo acompanhando as meninas nas mais variadas situações, nem sempre agradáveis e acumulando histórias para contar.

Gostei muito do livro, apesar de ter 300 páginas é uma leitura rápida, pois flui com muita facilidade, um dos "charmes" do livro é que no início de cada capítulo tem uma frase de efeito relacionada com o que leremos a seguir, dá pra tirar várias lições dali.
Peguei esse livro em uma doação em novembro do ano passado, sabia que ia adorar por já ter visto o filme e confirmei isso, indico pra todo que, como eu, são apaixonados por essas histórias de "mulherzinha" infanto-juvenis bem clichês
.

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: The Sisterhood of the Traveling Pants
Autor: Ann Brashares
Ano de publicação: 2002
Gênero: Infanto-Juvenil
N° de páginas: 311
Editora: Rocco
Classificação: 4/5
Data do início da leitura: 21/05/2017
Data do término: 28/05/2017

DESAFIOS:
Livreando: Livro que tenha verde na capa

Esse é o terceiro livro que eu li em maio, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Livro que tenha verde na capa", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!


Read More

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus RSS Feed Email

Banner

Banner

Receba notificações!!

Caroline Foletto

Minha foto
Rio Grande do Sul, Brazil
19 anos, estudante de direito, apaixonada por livros, filmes e séries!

Instagram

Seguidores

O que eu estou lendo

O que eu estou lendo
Entre o Amor e a Vingança - Sarah Maclean

Meta de Julho

  • A Viagem do Tigre - Colleen Houck
  • Entre o Amor e a Vingança - Sarah MacLean
  • Laços Eternos - Zibia Gasparetto
  • O Clã de Rhett Butler - Donald McCraig
  • Um Porto Seguro - Nicholas Sparks

Inscreva-se no canal

Editora parceira

Popular Posts

Visitantes

Tecnologia do Blogger.

Copyright © Leituras de verão | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com