30 maio, 2017

Resenha: Se Abrindo para a Vida

Sinopse: Aos 38 anos, Jacira acredita estar prisioneira de uma situação irreversível e sem saída. Assim, ela prefere entrar na depressão, culpar os outros, acreditar que não tem como mudar o destino.
Mas, ao contrário do que ela pensa, a vida trabalha em favor do seu progresso, enviando desafios, apertando o cerco e fazendo com que, cansada de sofrer, ela acorde para a realidade, descobrindo potenciais, buscando caminhos e se abrindo para a vida.

Esse é o primeiro livro espírita que leio, apesar de ter vários em casa por causa da minha mãe, nunca me interessei e sempre pensei que os acharia chatos, pois não tenho muita certeza se acredito nas coisas que o espiritismo prega. Quando contei pra minha mãe que queria ler um livro espírita na categoria "Livro fora da zona de conforto do Desafio Literário Livreando ela me disse que Se Abrindo para a Vida era o que ela mais tinha gostado. Entrou na minha estante no mês de maio do ano de 2010, sete ano que eu olho pra ele e não toco, só para mudar de lugar, apesar de tudo me surpreendi com minhas reações.

A história é sobre Jacira, uma mulher de 38 anos que é pobre, ela anda sempre triste, diz que tudo dá errado, que ela nasceu para sofrer e vive se martirizando sem conseguir enxergar absolutamente nada de bom em qualquer coisa que seja. Os primeiros capítulos são bem deprimentes, me deu vontade de chorar por saber que existem pessoas assim e fiquei bem irritada com a personagem principal por não conseguir se posicionar bem na vida.
Tudo começa a mudar quando ela tropeça ao descer do ônibus e é amparada por um homem muito simpático que houve suas lamúrias e lhe diz que está disposto a ajudá-la a mudar de vida, porém, Jacira não acredita que uma mulher pobre pode ser feliz e não segue seus conselhos, apesar de sempre lembrar-se deles.
Sua mãe, Geni, vive a colocando pra baixo, dizendo que ela é feia, que nenhum homem se interessa por ela e a chamando de prostituta cada vez que se arruma melhor. Apesar de toda essa humilhação, Jacira decide começar a se arrumar melhor e reforma um vestido, acinturando e encurtando, quando vai trabalhar vestida desse jeito ouve elogios de sua colega de trabalho, Margarida, com quem nunca havia falado, logo as duas se tornam grandes amigas.
Ao longo do livro acompanhamos a libertação da personagem, que com uma pequena mudança de pensamento teve coragem para mudar o estilo de roupa e assim desencadeou mudanças avassaladoras, tanto nela como nas pessoas a sua volta.

O livro não é o que eu imaginava, pensava que trataria de espíritos, de pessoas que os enxergam e que a história toda seria uma pregação de porque devo me converter ao espiritismo, mas não é nada disso. Claro que fala sobre os preceitos da religião Espírita, mas não da maneira que eu imaginava, primeiro se constrói uma história comum de uma moça que não via alegrias na vida, coisa já muito batida em livros de outros gêneros e a partir daí se desenvolvem algumas crenças, não do espiritismo, mas de todas as religiões, o pensamento positivo, a fé em Deus, a fé em si mesmo, o auto-conhecimento, o cuidado com o próprio corpo, mente e alma, etc. envolvidas em uma história com diversos personagens, alguns que ajudam a protagonista a mudar sua visão de mundo e outros que a tentam puxar para baixo.
É uma história cheia de lições de moral, nos ajuda a enxergar o mundo de uma maneira melhor, mais bonita, nos incentiva a ter fé e acreditar que o nosso pensamento tem uma força extraordinária e que se conseguirmos crer em uma mudança ela se realiza.

Adorei o livro, aprendi muito, perdi o preconceito com o gênero e pretendo ler muitos outros, me senti leve ao terminar a leitura, pois me confirmou o que eu já acreditava: Nós somos capaz de tudo aquilo que quisermos realizar, se acreditarmos e lutarmos por isso!

INFORMAÇÕES GERAIS:

Título original: Se Abrindo para a Vida
Autor: Zibia Gasparetto
Ano de publicação: 2009
Gênero: Espírita
N° de páginas: 361
Editora: Vida & Consciência
Classificação: 4/5
Data do início da leitura: 21/05/2017
Data do término: 30
/05/2017

DESAFIOS:
Livreando: Livro fora da zona de conforto

Esse é o quinto livro que eu li em maio, seguindo o Desafio Literário Livreando, na categoria "Livro fora da zona de conforto", se alguém tiver interesse em saber mais é só clicar na imagem!!


Um comentário:

  1. Não me lembro de já li algum livro espirítica quando mais nova.
    Mas sempre escuto falar que tem muitos livros bons.
    Gostei da sua resenha.

    Beijos
    www.doceestante.com

    ResponderExcluir

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus RSS Feed Email

Banner

Banner

Receba notificações!!

Caroline Foletto

Minha foto
Rio Grande do Sul, Brazil
19 anos, estudante de direito, apaixonada por livros, filmes e séries!

Instagram

Seguidores

O que eu estou lendo

O que eu estou lendo
Entre o Amor e a Vingança - Sarah Maclean

Meta de Julho

  • A Viagem do Tigre - Colleen Houck
  • Entre o Amor e a Vingança - Sarah MacLean
  • Laços Eternos - Zibia Gasparetto
  • O Clã de Rhett Butler - Donald McCraig
  • Um Porto Seguro - Nicholas Sparks

Inscreva-se no canal

Editora parceira

Popular Posts

Visitantes

Tecnologia do Blogger.

Copyright © Leituras de verão | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com